Na última postagem falamos sobre as medidas do governo para compensar a alta do preço do gás. Dessa vez, veremos como preparar uma deliciosa coxinha fit, porque o tradicional salgadinho brasileiro também pode ser saudável!

Um dos alimentos mais queridos pelos brasileiros, a coxinha, está presente na vida de milhares de pessoas. Tanto que é atualmente, a especialidade de salgado mais consumida no Brasil.

Se você perguntar a um brasileiro que mora fora do país, o que ele mais sente falta de comer, certamente uma das comidas citadas será a coxinha. No entanto, mesmo sendo tão popular, pouquíssimas são as pessoas que sabem da sua origem.

A história conta que a coxinha surgiu devido aos gostos de um garoto que morava na Fazenda Morro Azul, propriedade essa que ficava no interior de São Paulo, mais precisamente em Limeira. O Brasil ainda era colônia de Portugal.

Esse garoto não era uma criança qualquer, pois tinha como mãe, a princesa Isabel, e como pai, o Conde d’Eu. Criado na fazenda, o jovem era considerado uma “criança especial”, por isso vivia sobre muitas regalias e totalmente isolado. Seu maior prazer era o de comer coxas de galinha.

Em um belo dia, a cozinheira da fazenda percebeu que as coxas de frango não seriam suficientes para saciar a todos no almoço. Por isso, pegou outras partes da ave, as desfiou e colocou como recheio em uma massa feita de batata e farinha.

Essa foi uma medida desesperada da cozinheira, pois o garoto era muito mimado e certamente causaria um grande alvoroço se não houvessem coxas de galinha suficientes para ele.

Ao chegar para o almoço, o garoto se deparou com aquele quitute, o que causou certa estranheza. No entanto, decidiu provar e acabou gostando muito da mais nova receita. Por esse motivo, a notícia acabou se espelhando pelas redondezas, chegando até a imperatriz Tereza Cristina, que ficou tentada a experimentar essa delícia de frango desfiado.

A imperatriz também se apaixonou pelo salgado e pediu para que a receita fosse passada para o chefe de cozinha do palácio imperial. Com isso, a fama da coxinha cresceu ainda mais, no entanto era na época uma receita feita somente nos salões da realeza brasileira.

Não existem totais confirmações de que essa seja a origem da coxinha, no entanto é a versão mais aceita pelos historiadores. Mas a verdade é de que a veracidade da história pouco importa, pois esse é um dos petiscos mais queridos do Brasil.

Com o tempo, a coxinha foi ganhando variações e acabou se tornando ainda mais popular. São coxinhas com recheio de requeijão (catupiry), com massa de mandioca, mandioquinha ou batata doce, entre outras. Há quem ainda use curry durante o preparo, o que mostra que essa delícia é um prato para todos os gostos.

Agora vamos aprender a preparar uma coxinha fit, para você não comê-la com peso na consciência, por causa das calorias.

Lembrando que para você cozinhar com qualidade use o Gás LP da Supergasbras, comercializado e distribuído pela Rescaroli, em Itajaí, Balneário Camboriú, Navegantes e região.

Receita de Coxinha Fit

Ingredientes

  • 2 xícaras (chá) de batata doce (já cozida, sem a casca) e amassada
  • 50 ml de água filtrada
  • 1 ovo
  • 1/2 xícara (chá) de farelo de aveia ou quinoa em flocos
  • 1 xícara (chá) de frango desfiado ou ricota amassada
  • 1 xícara (chá) de milho, já cozido (opcional)
  • 1 xícara (chá) de palmito, já picados em pequenos cubos (opcional)
  • 1 colher (sopa cheia) de azeite de oliva
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • 2 xícaras (chá) de farinha de aveia ou farinha de linhaça ou farinha de rosca sem glúten

Modo de Preparo

  1. Cozinhe as batatas sem a casca. Quando estiverem bem macias e frias, coloque no liquidificador e acrescente água aos poucos até ficar com consistência de massa.
  2. Em uma tigela, coloque a massa feita com batatas, acrescente o ovo e o farelo de aveia ou a quinoa em flocos. Tempere a gosto, misture tudo (mistura bem!) e reserve!
  3. Agora prepare o recheio: em outro recipiente, misture o frango desfiado, o milho, o palmito, e o azeite. Tempere a gosto. Lembrando que você pode colocar o recheio que quiser! Pode ser de ricota com espinafre ou brócolis, por exemplo. Fica delicioso!
  4. Pegue um pouco da massa, abra em sua mão, coloque um pouco do recheio e feche em formato de coxinha ou de bolinha, se sentir dificuldade. Faça do tamanho que achar melhor.
  5. Passe cada coxinha (ou bolinha) na clara de ovo e em seguida empane com a farinha de aveia, linhaça ou farinha de rosca sem glúten.
  6. Por fim, leve ao forno pré aquecido a 180 graus por uns 40 minutos ou até que fiquem douradas.

Indicação de consumo – É uma boa opção para lanche da tarde ou como pré-treino.

Fonte: Conquiste Sua Vida e Mini Lua

Gás para Cozinha em Balneário Camboriú / Santa Catarina

O melhor gás para a sua casa é o da Supergasbras, fornecido pela Rescaroli. O famoso botijão de 13 kg possui combustão controlada e excelente poder calorífico, o que significa mais agilidade para esquentar e cozinhar alimentos.

Não fique na dúvida, gás para Cozinha em Itajaí, Balneário Camboriú e Navegantes é Rescaroli, é Supergasbras! Peça pelo site clicando no botão abaixo.